Boletim escolar

Ícone boletim
Imagem efeito sombra

Projeto Café da manhã


Aproveite cada bocada do seu café da manhã. Muita gente nem toma café da manhã. A desculpa mais comum é a falta de tempo. Mais do que uma contingência da vida moderna, o descaso com a primeira refeição do dia é uma atitude completamente errada, que deixa o organismo com uma déficit da energia.



Por que é necessário comer algo pela manha? Acompanhe este raciocínio: na hora em que despertamos e saímos da cama. Em geral passamos uma boa quantidade de horas em jejum absoluto. O estômago normalmente está vazio e, se não dá sinal sinalizando que o corpo precisa de energia. 

 

Recomendações Básicas

 

Responsável pela reposição de energia e nutrientes “gastos” pelo organismo durante o sono, o café da manhã representa entre 15 e 25% das necessidades calóricas diárias e não pode ser ignorado. É preciso haver a consciência de que é necessário se alimentar para iniciar o dia de trabalho.



Não há alimentos obrigatórios a serem consumidos por pessoas com diabetes no começo do dia. O alerta da Dra. Calábria é que não se pode descuidar da quantidade de porções a serem ingeridas, principalmente dos alimentos fontes de carboidratos. Daí a importância da assistência por profissionais habilitados.



A seguir, algumas opções de alimentos recomendados pela Dra. Ana Maria Calábria no desjejum: alimentos à base de trigo ou de outros cereais ricos em fibras (pães, torradas, bolachas); derivados do leite; frutas ou um copo de suco; ovo cozido ou mexido com tomate, cebola e pimentão (no máximo duas vezes por semana); sanduíche de pão integral com queijo branco ou peito de peru; suco de laranja, goiaba, acerola, caju, kiwi; mamão papaya ou abacaxi; banana com iogurte desnatado com aveia; cereal com leite desnatado e morangos.